O Inferno é o completo despejar da ira do nosso Deus. Lugar onde Deus preparou para o diabo e seus anjos (Mateus 25:41). Como pode um Deus de amor, graça e misericórdia fazer um lugar onde só haverá sofrimento? Será possível?

Para responder esta pergunta eu pesquisei e lí diversas opiniões de diversos teólogos. Gosto muito da tradução literal da bíblia (sempre que é possível e quando isso não torna a interpretação do texto confusa, bizarra ou surreal). Lendo Mateus 25:41 vejo qual foi o objetivo da criação do inferno. Foi criado para o Diabo e seus anjos.

"Então ele dirá aos que estiverem à sua esquerda: ‘Malditos, apartem-se de mim para o fogo eterno, preparado para o diabo e os seus anjos. 

Ponto!

E para que Deus fez o homem? Temos a resposta em Gênesis 1:26

E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra.

Tendo entendido por que Deus criou o homem e para quem o inferno foi criado, vamos entender por que o homem passou a ter como destino o inferno. O inferno, após o pecado, também se tornou o local para que todos que não crescem no nome de Jesus fossem julgados e castigados.

Podemos também saber através da passagem do rico e de Lázaro, mais a respeito do inferno. Prova-nos que o homem mal vai para o inferno. Vamos ler o evangelho de Jesus Cristo segundo escreveu Dr. Lucas 16, a partir do versículo 19:

Ora, havia um homem rico, e vestia-se de púrpura e de linho finíssimo, e vivia todos os dias regalada e esplendidamente.
Havia também um certo mendigo, chamado Lázaro, que jazia cheio de chagas à porta daquele;
E desejava alimentar-se com as migalhas que caíam da mesa do rico; e os próprios cães vinham lamber-lhe as chagas.
E aconteceu que o mendigo morreu, e foi levado pelos anjos para o seio de Abraão; e morreu também o rico, e foi sepultado.
E no inferno, ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longe Abraão, e Lázaro no seu seio.
E, clamando, disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim, e manda a Lázaro, que molhe na água a ponta do seu dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama.
Disse, porém, Abraão: Filho, lembra-te de que recebeste os teus bens em tua vida, e Lázaro somente males; e agora este é consolado e tu atormentado.
E, além disso, está posto um grande abismo entre nós e vós, de sorte que os que quisessem passar daqui para vós não poderiam, nem tampouco os de lá passar para cá.
E disse ele: Rogo-te, pois, ó pai, que o mandes à casa de meu pai,
Pois tenho cinco irmãos; para que lhes dê testemunho, a fim de que não venham também para este lugar de tormento.
Disse-lhe Abraão: Têm Moisés e os profetas; ouçam-nos.
E disse ele: Não, pai Abraão; mas, se algum dentre os mortos fosse ter com eles, arrepender-se-iam.
Porém, Abraão lhe disse: Se não ouvem a Moisés e aos profetas, tampouco acreditarão, ainda que algum dos mortos ressuscite.
Lucas 16:19-31

Agora com o conceito formado a respeito de quem irá para inferno, inicio minha exposição.

Através de uma rádio, o conhecido e renomado teólogo John Piper citou alguns pontos a respeito do inferno que gostaria de explanar em cima destes .

1. Temos um Deus grande e glorioso

Nosso Deus é grande e glorioso. Totalmente Santo! No livro escrito por João, Apocalipse 4:8:

Cada um deles tinha seis asas e era cheio de olhos, tanto ao redor como por baixo das asas. Dia e noite repetem sem cessar: "Santo, santo, santo é o Senhor, o Deus todo-poderoso, que era, que é e que há de vir".

Temos um Deus que é totalmente Santo! Lemos também no livro do Profeta Isaías capítulo 6, do versículo 2 ao 5:

2 Serafins estavam por cima dele; cada um tinha seis asas; com duas cobriam os seus rostos, e com duas cobriam os seus pés, e com duas voavam.
3 E clamavam uns aos outros, dizendo: Santo, Santo, Santo é o Senhor dos Exércitos; toda a terra está cheia da sua glória.
4 E os umbrais das portas se moveram à voz do que clamava, e a casa se encheu de fumaça.
5 Então disse eu: Ai de mim! Pois estou perdido; porque sou um homem de lábios impuros, e habito no meio de um povo de impuros lábios; os meus olhos viram o Rei, o Senhor dos Exércitos.

Nosso Deus é grande. Seus atributos nos constrangem, sua presença nos coloca em uma situação de total fraqueza e pequenez. Que Deus é este!? Os anjos cantam Santo, Santo e Santo 24 horas por dia. O adoram a todo instante! Os serafins com 6 asas não ousam olhar para o Deus vivo! Com duas asas eles cobrem seu rosto diante do Deus Santo!

Nosso Deus é grande! Nos dias atuais nossa juventude brasileira trata Deus como um “amigão”. Aquele que se pode chamar de “brow”, que “sorrí”, que “calçamos seus chinelos”. Humanizamos um Deus totalmente Santo! Totalmente adorado! Totalmente completo e que não podemos descrever com palavras. Tratam Deus como um simples pai que s[o serve para nos ajudar no dia a dia quando precisamos. NÃO! Deus não precisa de nós, Deus não tem compromisso conosco, Deus não precisa de nós! NÓS É QUEM PRECISAMOS DELE!

2. Temos uma natureza pecadora

Nós nascemos do pecado e somos seres corruptíveis. Estávamos indo diretamente para o furor de Deus, o inferno! Mas seria muito injusto, correto? Não fizemos nada! Não! Deus odeia a injustiça! Vemos isso em toda a história da bíblia!

Em Gênesis, capítulo 18, versículo 26, Deus diz a Abraão, quando questionado a respeito dos justos na terra de Sodoma e Gomorra:

Respondeu o Senhor: "Se eu encontrar cinqüenta justos em Sodoma, pouparei a cidade toda por amor a eles".

Na época de Noé, Deus livrou o justo, Noé e sua família, do dilúvio!

Então por que merecemos ir para o inferno? A bíblia nos ensina que mesmo que não pecássemos, nosso final seria o inferno por conta da teologia do pecado. Deus nos considera tão culpados quanto Adão. lemos em Romanos 5:12:

 Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram.

Se você entende que existe injustiça no fato do pecado de Adão nos afetar. O que acha desta injustiça citada pelo Apóstolo Paulo na carta de 1 Coríntios 15:22?

Porquanto, assim como em Adão todos morrem, em Cristo todos serão vivificados.

Jesus Cristo morreu pelos nossos pecados. O próprio Deus sofreu na cruz para que fôssemos justificados através de sua morte sacrificial!

Voltando ao tópico, temos a natureza pecaminosa. Estamos sempre inclinados a fazer nossas vontades e não as vontades de Deus! Sempre damos preferência aos nossos confortos, nossos vícios, nossas vontades em detrimento as vontades, planos e projetos de Deus para nossas vidas.

Pela nossa natureza, nosso caminho deveria ser o inferno.

3. A justiça será estabelecida no julgamento futuro

Não espere a justiça ser completa ou realizada aqui nesta vida. Diferente do que a teologia da prosperidade diz (não vou falar a respeito disso pois todos nós já sabemos do que ela trata), a justiça de Deus será cumprida na eternidade! Onde levará os O amam para o céu e os que rejeitaram sua palavra para o inferno.

João 3:18 diz:

Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.

Quem irá julgar as nações? Aqui achamos a resposta: Romanos 12.19 diz:

Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira; porque está escrito: A mim me pertence a vingança; eu é que retribuirei, diz o Senhor.

A justiça se estabelecerá nos tempos vindouros! Não aguarde nesta vida ter a justiça de Deus. Nosso mestre foi injustiçado!

Lucas 23:18 diz:

Mas toda a multidão clamou a uma, dizendo: Fora daqui com este, e solta-nos Barrabás.

Jesus veio para salvar seu povo, mas seu povo o rejeitou! Foi o maior injustiçado! Muito mais do que nós!

4. A morte na cruz permitiu que Cristo derrotasse o inferno

Em 1 Corintios 15:54 ao 58 ao diz:

. No momento em que este corpo perecível se revestir de incorruptibilidade, e o que é mortal, for revestido de imortalidade, então se cumprirá a palavra que está escrita: “Devorada, pois, foi a morte pela vitória!” 55 “Onde está, ó Morte, a tua vitória? Onde está, ó Morte, o teu aguilhão?” 56 Porquanto, o aguilhão da Morte é o pecado, e o poder do pecado é a Lei. 57 Contudo, graças a Deus, que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo!” 

Em Jesus, Deus cumpriu sua justiça. Alguém puro e perfeito deveria perecer para que a humanidade pudesse ser redimida e viver com Deus novamente. Por amor a nós Deus Enviou seu filho para pagar esta dívida.

Vamos ler Colossenses 2:13,14:

E, quando vós estáveis mortos nos pecados, e na incircuncisão da vossa carne, vos vivificou juntamente com ele, perdoando-vos todas as ofensas,
Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz.

Ele cancelou a escrita de dívida que havia sobre nós. Por isso, através de Jesus Cristo, podemos ser salvos. Caso contrário, por conta desta dívida deveríamos ir para o inferno!

5. Podemos desfrutar da glória de uma vida de fé

Depois de tantas verdades que nos são contrária, quero agora dizer uma palavra muito enriquecedora da parte de Deus para nossas vidas:
Romanos 8:18 que diz:

Estou absolutamente convencido de que os nossos sofrimentos do presente não podem ser comparados com a glória que em nós será revelada.

O inferno é real! Mas o céu também é! E é para lá que nós, salvos, escolhidos pela graça do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, vamos! Já está preparados! Acalma seu coração!

Por que as tribulações aqui são breves. Nosso mestre padeceu e foi injustiçado, e por que esperaríamos vida tranquila?

Siga em frente! Deus tem um plano de salvação perfeito para nossas vidas! Não é por meio de obras para que ninguém se glorie! Efésios 2:8,9:

Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie;

Deus é bom! Glórias ao nome do nosso SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO! ALELUIAS!

O ensino do Inferno – A realidade da ira de Deus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *